Senna x Schumacher

Uma discussão que vem gerando muita polêmica internet à fora diz respeito à escolha do melhor piloto de Fórmula 1 de todos os tempos. Os “concorrentes” mais apontados pela extrema maioria são Michael Schumacher e Ayrton Senna.

Os fãs do Schumacher têm uma forte e poderosa base de argumentos, pois além de ter batido todos os recordes, ele foi o único piloto a conquistar 7 títulos mundiais. Porém, vamos fazer uma análise mais cuidadosa:

Ayrton Senna disputou 10 temporadas (1984-1993) e morreu na décima primeira. Entre essas 10 temporadas, ele venceu 3. Schumacher, em suas 10 primeiras temporadas (1991-2000), também venceu 3, ou seja, empate. A diferença é que Senna demorou 8 anos para conquistar o terceiro título, enquanto Schumacher só o fez em seu décimo ano.

Há de se considerar também que Schumacher venceu as temporadas de 94 e 95, sendo que em 94, Senna era favorito ao título, tanto que nas 3 provas que disputou até sua morte, foram 3 pole-positions. Lembre-se também que em Ímola ele acidentou-se quando estava na liderança, distanciando-se de Schumacher, que ocupava a segunda posição. Se o fatídico acidente na curva Tamburello não houvesse acontecido, Senna teria enormes chances de vencer essas duas temporadas no lugar do Schumacher, o que causaria uma mudança radical nas estatísticas de ambos os pilotos.

Outro aspecto a ser observado são as dificuldades que ambos enfrentaram em suas carreiras. Schumacher nunca teve concorrentes a altura, tanto que seu fraco companheiro de equipe, Rubens Barrichello, foi vice-campeão duas vezes. Por outro lado, Senna competiu com Prost, Piquet, Lauda e Mansell, verdadeiras lendas do automobilismo mundial.

Schumacher vencia corridas com extrema facilidade, pois seu carro era insuperável. Em 1999, quando precisou afastar-se das pistas em função de um acidente, seu companheiro de equipe, Eddie Irvine, assumiu a responsabilidade e competiu de igual para igual com Mika Hakkinen pelo título daquele ano, levando a decisão para a última prova, quando acabou finalmente superado. Agora, diga-me se o Irvine era um piloto a altura do Schumacher. É óbvio que não, pois logo no ano seguinte ao do vice-campeonato ele foi desvinculado da Ferrari e terminou sua desonrosa carreira a bordo de uma Jaguar, o pior carro do grid.

Senna, pelo contrário, fazia milagres em situações adversas. Venceu 6 corridas com uma mediana Lotus, e ainda conquistou três pódios com uma fraquíssima Toleman, no início de sua carreira.

Escrevi esse texto para demonstrar que, embora possa parecer o contrário, até as estatísticas estão a favor de Senna. Não há muito o que questionar, Senna é indiscutivelmente o maior nome do automobilismo mundial de todos os tempos, só não vê quem não quer.

5 comentários:

andre ferrari disse...

só não foi o maior vencedor.
schumi heptacampeão.

4 de julho de 2008 16:02
HelderGuto disse...

Só se ele voltar do além seu idiota...o texto é bem explicativo quanto a isso, deixando bem claro que mesmo depois de morto, Senna ainda é melhor que o tal Schumi...kkkkkkkk

30 de julho de 2009 13:17
Jose disse...

Também não dá pra comparar o início de carreira de cada um, da pra comparar a Toleman com a Beneton? Nem a Lotus com a Beneton é comparável, dos 10 anos de carreira de Senna, 4 foram em equipes não competitivas, restando apenas 6, desses seis 3 ele conquistou o mundial, um foi terrivelmente injustiçado (89). Schumi teve uma carreira longa sempre em equipes competitivas. Também como foi dito no post, houve uma grande diferença entre o rol de adversários que cada um enfrentou.

11 de setembro de 2009 16:11
Anônimo disse...

Porque Senna foi o melhor piloto da história da Fórmula 1?

Lembremos alguns fatos:

1-Senna ia vencer uma corrida épica na chuva em Mônaco em 84 com uma Toleman e, quando ia ultrapassar Prost, a direção da prova e da FIA (o francês Balestre) encerraram a prova. Aí, logo no seu primeiro ano, Senna deu seu cartão de visitas para a Fórmula 1.

2-Senna com uma Lotus muito inferior tecnicamente botou pressão e lutou quase de igual para igual nos campeonatos de 85, 86 e 87 contra o favoritismo e os melhores carros das Willians de Mansell e Piquet, e a Mclaren de Prost.
Em 1985 Senna conquistou 7 poles e 2 vitórias.
Em 1986 Senna conquistou 2 vitórias e 8 poles ( considerado por muitos o melhor campeonato da história da F-1).
Em 1987 Senna conquistou 2 vitórias e 1 pole.

3-Senna correu contra Prost, Mansell e Piquet, 4 gênios.

4-Senna foi o piloto mais rápido da F-1. Nos treinos era o maior pole position da categoria. Fez 65 poles. Senna foi o recordista de poles nas temporadas de 85 e 86 com uma Lotus (!), contra Willians (Mansell e Piquet) e Mclaren (Prost).

5-Senna ganhou no GP do Japão em 1988 depois do carro ter morrido na largada e ter caído para as últimas posições, ultrapassando Prost e levando seu primeiro título mundial.

6-Senna deu outro show no Japão em 1989 depois ir para os boxes, após Prost ter provocado a famosa batida, mas teve o campeonato roubado pela FIA: só foi desclassificado após ultrapassar Nanini e vencer a prova.

7-Senna foi o melhor e maior piloto na chuva. Sem comparação.

8-Senna foi o maior vencedor em Mônaco. Em 10 corridas venceu 6, sendo que foi prejudicado em 1984 e, em 1988, num momento de desconcentração, quando tinha mais de 50 segundos sobre Prost, bateu no muro. Ou seja, poderiam ser 8 vitórias em 10 no circuito de Mônaco, o mais difícil da F-1.

9-Senna venceu no Brasil em 1991 tendo apenas a 6ª marcha no carro nas últimas 10 voltas!

10-Senna fez a melhor primeira volta da história no GP da Europa em 1993 ultrapassando depois da largada Wendliguer, Schumacher, Hill e Prost.

11-Senna com carro inferior mantinha posições no braço. Senna dava show de pilotagem. Maiores exemplos: com sua Lotus disputou com a Willians de Mansell em Portugal em 1986 quando venceu por meio carro. Com uma Mclarem ruim disputou com o avião da Willians -de suspensão ativa e câmbio semi-automático- de Mansell em Mônaco em 1992.

12-E ainda tem gente que acha que o Schumacher foi melhor?
Schumacher teve uma Ferrari extremamente superior nos títulos de 2000 a 2004 e sempre pilotou contra pilotos medíocres como Hill e Hakkinen ou fracos e submissos a equipe como Barrichello.

Senna teve carro superior em apenas duas oportunidades: em 1988 e 1989. Mas ele tinha uma disputa contra um piloto que tinha o mesmo equipamento que ele e era um piloto fantástico: Alain Prost. Adversário assim, Schumacher nunca teve.

Em 1990 Senna disputou em pé de igualdade contra a Ferrari de Prost e Mansell, que equilibraram com a Mclaren. Em 1991, Senna disputou contra a Willians-Renault de Mansell que começava a evoluir tecnicamente e equilibrou a disputa com a Mclaren.

Em 1992 e 1993 Senna não teve condições de competir com as Willians de Mansell e Prost, mas, mesmo assim, conseguiu equilibrar o campeonato até a metade em 1993 obtendo 5 vitórias neste ano, o mesmo número de vitórias de Prost.

8 de dezembro de 2010 04:25
Anônimo disse...

Outro fato importante e a troca do cambio manual da epoca do senna, para o cambio automatico e depois o volante com botão.
Outro fato importante Senna fez 65 Pole-Positions em 10anos,
O Schumacher fez 68 Pole-Positions em 19anos olha a diferença de carro Schumacher nem ligava em fazer pole na pista o carro era o unico bom.

29 de março de 2011 22:40

Postar um comentário